Permissão do conteúdo

A oleosidade e o suor: seus benefícios

Inúmeras pessoas reclamam da oleosidade e o suor da pele, porém, estes são necessários para manter a saúde. Vamos entender o motivo!

O sebo que é ejetado para a superfície da pele é formado por glândulas que estão fixadas aos folículos pilosos, as glândulas sebáceas. Este conteúdo oleoso possui a função de lubrificar o folículo para a saída do pelo, tem ação ligeiramente bactericida e em conjunto com o suor compõem o manto hidrolipídico.        

O aquecimento e atritos constantes, podem aumentar a produção de sebo por estas glândulas, sendo que, a alimentação rica em gordura pode funcionar como agravante nos quadros de oleosidade da pele.

O suor, que é produzido pelas glândulas sudoríparas, possui a função de regular a temperatura corporal. Este é composto de água, uréia, potássio, sódio e outros compostos. A glândula sudorípara pode ser estimulada através de altas temperaturas, umidade e estímulos do sistema nervoso (ansiedade e nervosismo), e a quantidade destas glândulas tende a diminuir com o avançar da idade, agravando o ressecamento da pele.

O manto hidrolipídico é formado pelo sebo, produzido pelas glândulas sebáceas, e suor, produzidos pelas glândulas sudoríparas. A falta de um destes compostos pode tornar a pele ressecada ou oleosa, sendo que o equilíbrio da produção destas glândulas é o ideal; assim a pele terá um brilho agradável e um aspecto mais uniforme.

Por isto, os cuidados de limpeza, hidratação e fotoproteção devem ser feitos em todos os tipos de pele!!

Compartilhar
Indicar para um amigo
Obrigado!
Esta matéria vale 50 pontos
Continuar lendo...

Ficou interessada nos produtos utilizados nessa matéria? Aqui estão eles!

Para mais informações, clique no produto.

Bio-C
 

QUER SABER DE TODAS NOVIDADES?
Cadastre-se em nossa Newsletter

Cadastro efetuado com sucesso!
 

Nos acompanhe nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram