Permissão do conteúdo

A formação e as funções da coloração da pele

Bem vindos ao nosso segundo tema de estudo, quais as diferenças na coloração da pele!

Como vimos na matéria anterior, a pele possui duas camadas: epiderme e derme. E é na epiderme que estão localizados os melanócitos, células que produzem o pigmento que confere cor a pele, chamado de melanina. Além de dar cor a pele, a melanina possui função protetora do DNA celular, contra a radiação solar.

A quantidade de melanócitos é semelhante para todas as pessoas, porém, é a atividade desta célula que influencia os diferentes tons de pele. Melanócitos que produzem níveis mais baixos de melanina deixam a pele com coloração mais clara, sendo o contrário para aqueles que possuem o melanócito com produção aumentada de melanina, tornando a pele negra. Mesmo em pessoas albinas os melanócitos estão presentes, porém, devido ao erro no processo de formação, não haverá produção do pigmento.

Os alimentos cítricos, o sol, o perfume e as alterações hormonais podem estimular a produção de melanina, aumentando os níveis de coloração da pele. O bronzeamento através da radiação solar é uma tendência, principalmente em regiões tropicais onde a exposição do corpo é alta, porém, devido as alterações causadas no DNA da célula através do excesso de radiação solar, este hábito pode predispor ao câncer de pele. Assim, os cuidados com a fotoproteção através de filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e guarda-sol devem ser utilizados.

Saber a localização de células e tecidos no corpo, permite entender o local exato em que nossos tratamentos estéticos devem atingir!

 Até a próxima!!!

Compartilhar
Indicar para um amigo
Obrigado!
Esta matéria vale 50 pontos
Continuar lendo...

Ficou interessada nos produtos utilizados nessa matéria? Aqui estão eles!

Para mais informações, clique no produto.

Bio-C
 

QUER SABER DE TODAS NOVIDADES?
Cadastre-se em nossa Newsletter

Cadastro efetuado com sucesso!
 

Nos acompanhe nas redes sociais

Facebook Twitter Instagram